quinta-feira, 28 de fevereiro de 2008

ENCONTRANDO MINHA ALMA



Sentia-me triste e vazia...Não sabia o que realmente acontecia comigo...Um vazio tomava conta do meu peito...Achava que não tinha, mas espaço para eu nesta vida...As lagrimas corriam pelo meu rosto...É nada me fazia sorrir...Parei... Pensei... Analisei...O que estou fazendo da minha vida...Olhei-me no espelho... Vi uma mulher madura...Bonita... Mas triste... É amarga...Que eu não estava cuidando do meu coração...Das minhas alegrias... Do meu ser...Então me veio na mente... Que eu tinha me abandonado...Que eu deixará de gostar de mim mesma... Que bom que acordei a tempo de salvar minha alma...Desta imensa escuridão... Da amargura...Hoje sou feliz novamente... Porque me amo...Não preciso de ninguém para eu me amar.


Autora Sonia Dias Freitas

Um comentário:

martha barbosa disse...

Soninha,tua poesia me fez parar no teu blog, gostei do que lí, na verdade adorei.meu blog é marthacorreaonline.blogspot.com